BLOG

03/03
2021

Você está insatisfeito com a atual faculdade onde estuda, as aulas não fazem muito sentido e o seu rendimento não está bom? É, talvez seja o momento certo para pedir transferência de curso para outra faculdade mais adequada ao seu futuro profissional.

São vários os motivos que levam os alunos a solicitarem transferência, muitas vezes a adaptação a metodologia de ensino foi ruim, ou a estrutura oferecida não correspondeu às expectativas, e até a distância e deslocamento também são fatores de mudança. A boa notícia é que você pode optar por uma transferência e ter a chance de estar em um novo local, podendo até investir em outras carreiras.

Não há problemas em mudar. Afinal, você quer ser um profissional qualificado e para isso precisa escolher o melhor lugar para se formar. Antes de realizar uma transferência de curso, analise alguns pontos para ter uma melhor decisão:

1-      Analise qual a sua motivação

Se você acha que não está recebendo a formação ideal, está insatisfeito com professores e metodologia de ensino, e a infraestrutura não atende à sua necessidade, talvez seja a hora de mudar.

2-      Coloque na balança os prós e os contras

Encontrando a motivação, agora avalie como será o processo da sua mudança. Faça uma lista dos prós e dos contras e veja se está pronto para lidar com eles.

3 – Pesquise sobre a instituição de ensino onde deseja estudar

Se você está mudando por insatisfação com a atual instituição onde estuda, avalie bem antes de eleger a próxima faculdade. Verifique se ela possui as características que você busca para sua formação. Faça uma visita, conheça de perto o ambiente onde irá estudar.

 

Se precisar analisar outros pontos cruciais, não descarte. Na hora de mudar vale analisar tudo! Depois de ponderar tudo o que foi dito acima, agora é hora de entender como funciona o processo de transferência. É simples!

O pedido de transferência inicia na instituição de ensino na qual o aluno ainda está matriculado. Normalmente o processo é feito na coordenação do curso juntamente com a secretaria acadêmica, reunindo todos os documentos necessários.

Você precisará dos documentos pessoais, além do histórico escolar do ensino médio, juntamente com o certificado de conclusão, e os documentos referentes à graduação em curso (histórico da graduação, ementas das disciplinas cursadas e declaração de vínculo ou trancamento).

Na nova instituição na qual deseja ingressar, você apresentará toda a documentação. Algumas instituições podem exigir a realização de um novo vestibular para avaliar as habilidades técnicas do aluno. Você também poderá solicitar a dispensa em algumas disciplinas, já que na maioria das vezes as grades são semelhantes, lembrando que os critérios variam de acordo com a instituição.

Mudar não é uma decisão simples, por isso, esteja ciente de que é fundamental escolher instituições de referência, afinal, é seu futuro profissional que está em jogo.

 

Tem interesse em transferir para a Rebouças e quer entender mais sobre o processo? Entre em contato com a nossa equipe.

 

02/24
2021

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) foi sancionada em 2018 e trata-se de uma legislação brasileira que regula o tratamento de dados pessoais, inclusive digitais, protegendo-os sob os direitos de liberdade e de privacidade, seja de identidades públicas ou privadas.

Para muitos profissionais da área de Recursos Humanos, a Lei é um grande avanço para o setor, embora traga alguns impactos já que envolve a segurança de dados de colaboradores, gestores, clientes e muito mais.

A Lei entrará em vigor a partir de 1º de agosto de 2021. Com isso, é preciso que as organizações tenham um plano de ação para adequação à mudança, sobretudo o setor de RH, já que armazena e gerencia informações pessoais dos colaboradores de uma empresa.

 

IMPORTÂNCIA DA LGPD PARA EMPRESAS

A base do trabalho dos gestores de Recursos Humanos são os dados dos colaboradores. Os dados são usados em planos de carreira, gestão estratégica ou mesmo para acompanhar o clima organizacional e rotinas de trabalho. Além disso, ouros dados sensíveis são manipulados como informações bancárias, histórico médico, endereço, telefone, etc.

Sem um controle e cuidado de armazenamento de forma segura, esses dados podem correr o risco de serem vasados ou sofrerem crimes cibernéticos.

 

IMPACTO DA LGPD NO RH

Alguns departamentos de RH já utilizam o modo informatizado de armazenamento de dados. Assim, com as novas exigências da lei, eles precisam redobrar os cuidados na preservação e tratamento de documentos pessoais. A grande concentração de dados em um único lugar torna o RH um ponto focal da lei de proteção de dados.

Caso empresas, pessoas físicas, órgãos públicos e entidades privadas não estejam em conformidade com as regras da LGPD, os mesmos estão sujeitos a sanções penais com punições e multas. Todas as ações que envolvem contratações e desligamentos, por exemplo, devem estar adequadas para evitar punições.

É preciso que o departamento de RH também disponibilize uma declaração de consentimento do colaborador que identifique a finalidade dos dados coletados e por quanto tempo ficarão armazenados. A LGPD também aponta que apenas informações essenciais devem ser coletadas. Cabe avaliar, durante um processo de seleção e recrutamento, se alguns dados como gênero, estado civil, orientação sexual são necessários e estão ligadas a atividade a ser exercida na empresa.

02/23
2021

A passagem pelo ensino superior proporciona grandes experiência seja por meio de grupos de estudos, projetos de extensão, estágios, e participar de monitoria na graduação pode ser um grande passo profissional. Essa atividade acadêmica estimula e reforça a importância da pesquisa científica, incentivando o processo de ensino-aprendizagem.

Na monitoria, o aluno tem o primeiro contato com o mundo da docência e, com isso, abre novos horizontes para experiências profissionais. É uma excelente oportunidade para troca de conhecimento tanto com o professor-orientador como com os demais alunos.

Além disso, o aluno que se identifica com a disciplina escolhida terá mais contato com a área, o que o levará a praticar mais os conhecimentos aprendidos. Aqui na Faculdade Rebouças há o incentivo para participação de alunos no programa de monitoria voluntária.

Etuel Limeira, aluno do quinto semestre do curso de Medicina Veterinária, foi monitor em 2020.1 da disciplina de Microbiologia Veterinária e em 2020.2 na disciplina de Anatomia Veterinária II. “Participar da monitoria contribui muito na vida acadêmica. Você aprende mais, se dedica mais e passa seus conhecimentos aos alunos, ajudando-os de alguma forma. É uma grande oportunidade e uma mudança na vida profissional, pois você enxerga novas possibilidade de atuação na área”, disse.

 

POSSIBILIDADES PROFISSIONAIS

Participar da monitoria proporciona ao estudante o fortalecimento de suas relações interpessoais, além de promover o networking, expandindo a rede de contatos dentro e fora do meio acadêmico. O aluno aprimora o currículo, desenvolve habilidades específicas e compreende melhor o mundo da docência, afinal está colocando em prática os conhecimentos adquiridos.

Além disso, a monitoria pode servir como um norte na sua escolha profissional. Ao se dedicar a estudar uma disciplina, é possível construir uma identificação com a área e encontrar a linha de pesquisa na qual quer seguir e se especializar.

 

A Monitoria Voluntária de Ensino de Graduação da Faculdade Rebouças abriu edital de seleção para 2021. As inscrições estão abertas até o dia 27 de fevereiro, e a publicação dos resultados acontece no dia 03 de março.

INSCREVA-SE


02/23
2021

Com o objetivo de coletar dados para compor a pesquisa em desenvolvimento dos projetos de extensão da Faculdade Rebouças dos quais participam, os alunos Edson, Lorrane, Edneide, Priscila, Abraão, Jaqueline e Luana, do curso de Design de Interiores, visitaram a Tile Revestimentos na última sexta-feira, 19.

Eles compõem dois projetos de extensão: "Atlas de materiais para projetos de interiores”, coordenado pela profa. Flávia Bezerra; e "Da feira central ao centro do lar”, coordenador pelo prof. Caio Méssala. Durante a visita, os estudantes pesquisaram sobre porcelanato e sobre os revestimentos rústicos e texturas, respectivamente.

Para o aluno Abraão Carlos, participar de um projeto de extensão é singular, pois promove uma visão ampla e realista de como é o dia a dia do Design de Interiores fora da Faculdade. “Toda a pesquisa de campo e o trabalho externo com o meio profissional e empresarial dá ao aluno uma visão maior de como realmente é o Design de Interiores lá fora, além de agregar valor e conhecimento aos seus trabalhos acadêmicos”, afirma.

 

Confira alguns registros da visita abaixo.

 

SOBRE OS PROJETOS

"Atlas de materiais e revestimento para projetos de interiores"

Atlas com dados virtual sobre materiais de construções e revestimentos utilizados em edificações e em ambientes internos que oportunize a busca de novas referências em materiais e tendências.

 

"Da feira central ao centro do lar"

Desenvolvimento de uma coleção de peças de decoração com sua confecção baseada na matéria prima ofertada e garimpada na feira central de Campina Grande-PB, retratando sua história e potencializando o valor agregado do produto a ser desenvolvido.

 

02/12
2021

Estão abertas as inscrições para o Curso de Formação Complementar em Vacinação da Faculdade Rebouças de Campina Grande. O curso, voltado para profissionais farmacêuticos, tem como objetivo aperfeiçoar os conhecimentos sobre técnicas de aplicação, tipos de vacinas e preparo, vias de administração, protocolos de segurança do paciente, sintomas de reações anafiláticas, entre outros.

O Conselho Federal de Farmácia permite, por meio da Resolução nº 654/2018, que o farmacêutico administre o processo de vacinas humanas desde que tenha uma formação complementar presencial na área.

O curso possui carga horária de 40h, sendo dividido em 20h com aulas remotas e 20h exclusivamente com aulas práticas presenciais. A previsão de início é o dia 27 de fevereiro e aulas ocorrerão sempre aos sábados, correspondendo a 10 dias no total.

As inscrições devem ser feitas através do link: https://bit.ly/3rDI3Zx

Será enviado um e-mail com o link do investimento, sendo R$499,00 para público externo e valor promocional de R$350,00 para aluno Rebouças ou interessados que trabalhem em empresas conveniadas com a Faculdade. As vagas são limitadas.

 

NOVA TURMA

Desde a primeira realização do Curso de Vacina em outubro do ano passado, houve uma grande procura por inscrições. Atendendo aos pedidos, A FRCG abriu uma segunda turma para este mês de fevereiro.

02/02
2021

A Faculdade Rebouças realizou desde o último dia 19 de janeiro cursos de férias gratuitos para capacitação e aperfeiçoamento de alunos e comunidade em geral. Foram quatro horas de qualificação nas mais variadas áreas, em cursos como Auxiliar de médico veterinário, Auxiliar de saúde bucal, Bulas e medicamentos, Balconista de farmácia, 10 segredos para um gestor de sucesso e Decoração para ambiente residenciais e comerciais.

A proposta é desenvolver potencialidades e capacitar os participantes para novos desafios, seja atualizando a carreira profissional para o mercado de trabalho ou aprimorando a vida acadêmica com novas habilidades.

Outros cursos na área de Pedagogia continuam com inscrições abertas e a previsão de ocorrência será até o final de fevereiro. Inscreva-se agora:

● Educação infantil domiciliar.

● Jogos e brincadeiras na educação infantil.

● Auxiliar de educação infantil.

 

Confira alguns registros das aulas.

02/02
2021

A Faculdade Rebouças de Campina Grande sediou nos dias 17 e 24 de janeiro do 2021 a aplicação das provas do Enem impresso (Exame Nacional do Ensino Médio) edição 2020. Mais de 250 estudantes participaram do exame nos dois campi da faculdade.

A estudante Taynara Costa, 19 anos, estava com muita expectativa para realizar uma boa prova. “Meu sonho é fazer farmácia, vou tentar o Enem e ver o que dá. Me preparei e acredito que vai dar certo”, disse.

Além de vislumbrar uma vaga nas universidades públicas, alguns participantes optaram pelo exame para conseguir bolsas de estudos em instituições privadas por meio do ProUni (Programa Universidade para Todos), como é o caso do estudante Anderson Bezerra. “Eu já faço uma graduação, mas estou tentando o Enem para conseguir uma boa pontuação e concorrer a uma bolsa na faculdade onde estudo”, conta.

A aplicação das provas continua nos dias 31 de janeiro e 07 de fevereiro com a versão Digital do exame. O resultado final está previsto para ser divulgado no dia 29 de março de 2021.

Confira os registros da aplicação no Enem impresso.

01/27
2021

O Brasil possui atualmente a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o uso emergencial de dois tipos de vacinas contra a Covid-19, são elas: a CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan com o laboratório chinês Sinovac, e a Oxford, desenvolvida pela farmacêutica britânica AstraZeneca e pela Universidade de Oxford, em parceria com a Fiocruz, sendo fabricada no Instituto Serum da Índia.

Segundo o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), até o momento, foram encaminhadas 8,9 milhões de doses das vacinas aos estados brasileiros, sendo 2 milhões de doses da vacina da Oxford/AstraZeneca e 6,9 milhões de doses da vacina CoronaVac (seis milhões no 1º lote e cerca de 900 mil do 2º lote).

As vacinas distribuídas são suficientes para imunizar 7% dos públicos prioritários definidos no plano de imunização contra a doença, atualizados recentemente, dentre eles: profissionais de saúde, idosos em instituições de longa permanência, indígenas aldeados, pessoas com deficiência com 18 anos de idade ou mais, trabalhadores de saúde, povos e comunidades tradicionais ribeirinhas e quilombolas, pessoas com mais de 75 anos, idosos de 60 anos a 74 anos, pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente grave, moradores de rua, população privada de liberdade e funcionários dessas instituições, trabalhadores da educação do ensino básico e superior, forças de segurança e armadas. Além desses, também foram incluídos trabalhadores do transporte público de coletivos, linhas aéreas e transporte metroviário, rodoviário e aquaviário.

Confira a lista completa de populações prioritárias:

•Pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas;

•Pessoas com deficiência institucionalizadas;

•Povos indígenas vivendo em terras indígenas;

•Trabalhadores de saúde;

•Pessoas de 60 anos ou mais;

•Povos e comunidades tradicionais ribeirinhas;

•Povos e comunidades tradicionais quilombolas;

•Pessoas com comorbidades;

•Pessoas com deficiência permanente grave;

•Pessoas em situação de rua;

•População privada de liberdade;

•Funcionário do sistema de privação de liberdade;

•Trabalhadores de educação;

•Forças de segurança, salvamento e Forças Armadas;

•Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros;

•Trabalhadores de transporte metroviário e ferroviário;

•Trabalhadores de transporte aéreo;

•Trabalhadores de transporte de aquaviário;

•Caminhoneiros;

•Trabalhadores portuários; e

•Trabalhadores industriais


Com a atualização do plano de vacinação, o total do público prioritário subiu para 77,2 milhões de pessoas. A CoronaVac tem eficácia geral de 50,38%. Já a vacina de Oxford mostrou eficácia média de 70,4%.

Ao menos 883.200 pessoas já foram vacinadas contra a Covid-19 no Brasil até o dia 25 de janeiro. Novas 10 milhões de doses da vacina Oxford devem chegar em fevereiro, segundo informação de um dos diretores-executivo do Instituto Serum, da Índia, Suresh Jadhav.

 

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados